Aroma   Leave a comment


 


AROMA

Suspirastes por esse aroma,
Dores arquetípicas e sem causa.
Mas a vida é uma pausa
Antes da eterna chegada.

A flor formosa e perfumada
Dos amantes,adorada,
Do estudioso a fragrância,
De Deus a perfeição.

Quem me dera ser
Do jasmim o aroma,
O jardim de todas as flores
E pudesse deixar saudade!…

Ser a cidade formosa
Em ouro e pedras preciosas
Do amor, revelada,
Presente de rei.

Mas sou apenas a névoa
A verdadeira cidadela?
Não sei, não saberás…
Mas decerto que amarás.

Denise Figueiredo
" In Segredos"
© 2008
 
 
 
 
Anúncios

Publicado julho 28, 2009 por Denise Figueiredo em Poesias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De Janeiro a Janeiro

by Mariana Alcântara

Espaço de Celina

Criação literária de Celina Bittencourt

Paulo Alexandre Henriques

Escritor e Poeta português

Gotasdepoesia's Blog

Just another WordPress.com weblog

%d blogueiros gostam disto: