Um Click   3 comments


Um Click

 

Já colhi as margaridas,

os gerânios eu não consegui,

 estão onde não alcanço.

Mas sabe?

Isso é normal, não podemos tudo nessa vida.

As mãos dadas foram tão importantes para mim,

 quando sentados ouvias-me contar  do dia passado

e eu sorvia o teu falar sorrindo e tu bem  gostavas.

Hoje escuto a música e entendo

 o quanto ainda me amas.

Os gerânios precisam ser colhidos,

não tardará e novas margaridas brotarão para nova colheita.

Nos degraus da escada, acesso à varanda, eu fiz obras,

coloquei os sons que tu sempre gostavas de ouvir.

Até chegarmos ao jardim das chaves, é só música!…

O gramado cheio de sol é muita beleza para desfrutar sozinha,

mas os pássaros estão lá.

Toda poesia falada é pouco,

a que escrevo é nada e a que vivo é tempo gasto.

Quando o sol desponta lá nas pedras  iluminadas de azul,

 o meu sonho é transpor os vales para chegar ao imaginado,

mas aguardo.

Um tom leve e suave caminha pelas escadas,

 ruído de pés que se arrasta

como se quisesse chegar faz tempo…

Volto e com um click desperto a canção que dormitava.

Amo-te!…

 

Denise Figueiredo

Do Livro Pérolas

 

Anúncios

Publicado dezembro 30, 2009 por Denise Figueiredo em Poesias

3 Respostas para “Um Click

Assinar os comentários com RSS.

  1. A armadura do Espírito é a única cem por cento garantida pelo Senhor. Ela não tem pontos fracos, não tem furos, não se quebra. O segredo dela é o poder invencível do Espírito de Cristo. Quem aprende a usar a armadura do Espírito nunca fica derrotado. E acima de tudo, aprende a não depender da armadura de Saul. I Samuel 17:39.Deus abençõe em nome de Jesus. Amém.http://www.youtube.com/watch?v=5o6b6s3IpCAAbraços. Luis.

  2. É Luis , meu amigo, faz tempo que joguei fora como Davi, não saberia ir á guerra ou lutar com o gigante com armas comuns,prefri as que causam espanto, até mesmo aos da fé.Essas são simples e eficases.Mas tb nos trazem poblemas, pois mesmo sendo pequeninos e as armas não se adequando à nós , os saus , teimam e nos querer fazer usar.Um abraço na fé.

  3. lindaeu não sei o que dizer, nem como.perfeito.só

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De Janeiro a Janeiro

by Mariana Alcântara

Espaço de Celina

Criação literária de Celina Bittencourt

Paulo Alexandre Henriques

Escritor e Poeta português

Gotasdepoesia's Blog

Just another WordPress.com weblog

%d blogueiros gostam disto: