Olhar…   2 comments


  

Olhar… 

 

 

 

Seus olhos lânguidos e amendoados…

Poucos contemplaram os verdadeiros.

Vértice  da  alma e  atordoados,

Mas com direção e humor certeiros.

 

Brilho na mente que a tudo contempla

A lente que a si mesmo inventa

Imposição por si e em si exempla

Rosa muito mais rosa, mas assusta. 

 

Da cor rosa e através do rosa,

Prisma translúcido e real invento.

Poesia mostra em céu de prosa.

 

Íris de cor estranha e nunca vista,

Alma doce qual ninguém ainda viu

Só entende quem por amor insistiu,.

 

Denise Figueiredo

Do livro Aná & Katá

 

 

 

Anúncios

Publicado fevereiro 12, 2010 por Denise Figueiredo em Cirandas & Coletâneas

2 Respostas para “Olhar…

Assinar os comentários com RSS.

  1. Eis o resultado do poema partilhado. Obrigado aos participantes e para quem não chegou a tempo, outros virão!http://rascunhosesentimentos.spaces.live.com/blog/cns!1E85F1CA5B05F586!5598.entryRascunhos & Sentimentos

  2. Querida Denise,Confirmada a participação no Concurso Mensal CoresCategoria texto!Obrigada querida!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De Janeiro a Janeiro

by Mariana Alcântara

Espaço de Celina

Criação literária de Celina Bittencourt

Paulo Alexandre Henriques

Escritor e Poeta português

Gotasdepoesia's Blog

Just another WordPress.com weblog

%d blogueiros gostam disto: